Dica

Dica

domingo, 28 de setembro de 2014

Operador de MINI PÁ (Bob Cat) para trabalhar no Porto do Açu

Somente com experiência - Porto do Açu - Para trabalhar com manutenção das correias de minério.Benefícios: Plano de saúde, VA, Salario compatível e alimentação no local - A empresa possui transporte para o funcionário. De preferência ser morador de São João da Barra, Grussaí, Cajueiro. Currículo dentro do perfil para: jhonatanjj@oi.com.br - ou ligar para 998 521 999

PRE/RJ processa Pezão, Garotinho e outros 19 candidatos por propaganda irregular




Cavaletes e placas ilegais ocupam praças e vias públicas em Niterói

A Procuradoria Regional Eleitoral no Rio de Janeiro (PRE/RJ), por meio da divisão que coíbe a propaganda irregular, entrou com uma representação contra os candidatos a governador do estado Luiz Fernando Pezão e Anthony Garotinho e outros 19 candidatos a deputado estadual e federal por propaganda irregular. Entre os representados estão Clarissa Garotinho, Jorge Picciani, Marco Antônio Cabral e Maria Aparecida Panisset. Eles são acusados de utilizar cavaletes não móveis ao longo de vias e praças públicas de Niterói, dificultando a passagem de pedestres e veículos. Também existem casos de placas afixadas em locais não permitidos.

A PRE pede ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que notifique os acusados para a retirada imediata das propagandas irregulares, sob pena de multa diária de R$ 1 mil caso não recolham o material, além da aplicação da multa prevista na Lei nº 9.504/97, que pode chegar a R$ 8 mil. Na ação, o procurador regional eleitoral auxiliar Maurício da Rocha Ribeiro pede que seja levado em consideração o número de propagandas apreendidas pela Justiça Eleitoral.

Para o procurador, mesmo que a legislação eleitoral exija a prévia intimação dos candidatos para que tomem ciência da irregularidade, é possível presumir que eles têm conhecimento da propaganda, bem como de sua proporção e custo de veiculação. “A afixação da propaganda em local de intensa movimentação de carros e pessoas permite concluir que os beneficiários não só tinham ciência de sua veiculação, como foram diretamente responsáveis por ela”, afirma Maurício Ribeiro.

Também respondem pela ação os candidatos a deputado estadual Waldeck Carneiro da Silva, Plínio Comte Leite Bittencourt, José Renato de Jesus, Atratino Cortes Coutinho Neto, Paulo César Melo de Sá, Nivaldo Mulim da Costa, Tânia Regina Pereira Rodrigues, André Luiz Lazaroni de Moraes e Márcio Panisset; e os candidatos a deputado federal Francisco José D'Angelo Pinto, Altineu Cortes Freitas Coutinho, Sérgio Zveiter, Leonardo Carneiro Monteiro Picciani, Soraya Alencar dos Santos e Luiz Sérgio Nóbrega de Oliveira.

Propaganda irregular – A PRE/RJ conta com uma divisão que trata de irregularidades na propaganda eleitoral. A divisão é composta pelos três procuradores regionais eleitorais auxiliares – João Ricardo Ferrari, Maurício da Rocha Ribeiro e Sidney Madruga –, que têm se dedicado exclusivamente à matéria para coibir ilícitos.

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

A cidadezinha com a violência a frente do crescimento

Estava olhando sites de notícias da cidade de São Francisco de Itabapoana ( cidade natal ) e observando como tem aumentado a violência naquela cidadezinha. Olha que nem começou o desenvolvimento com a chegada dos portos. Cade os vereadores, o prefeito Pedrinho para cobrar as autoridades competentes, mais policiamento, mais projetos sociais nos bairros: Barra do Itabapoana, Praça João Pessoa, Gargaú. São áreas que tem grandes índices de aumentar cada vez mais a criminalidade.

Essa turma precisa acordar...não é só de obra que vive o município e sim de segurança também. O conselho de segurança através do seu presidente Dr Romário Bernardo, tem feito sua parte para melhorar a questão da segurança, agora os vereadores e prefeito, precisam acordar para colocar em prática. Colocar esses guardas na rua durante a noite, madrugada fazendo rondas, cobrar do comando da Policia militar, em fim criar um centro de comunicação na cidade, como câmeras espalhadas para monitoramento, projetos sociais bem estruturados, fiscalização de postura e ordem pública, para evitar o crescimento desordenados nos bairros. São pequenas coisas que dão pra fazer. Agora o que vai acontecer, Barra, Praça, Gargaú vão virar igual Cariacica/Es a segunda cidade mais violenta, se ninguém tomar providencias. ( Escrito por Magnum Silva 26/09/2014).

II FÓRUM DE MOBILIDADE URBANA NESTE SÁBADO EM SÃO FRANCISCO


sábado, 20 de setembro de 2014

Concurso Marinha do Brasil - Corpo de Praças

A Diretoria de Ensino da Marinha (DEnsM) divulgou o edital do seu mais novo concurso público de admissão ao Curso de Formação para Ingresso no Corpo Auxiliar de Praças da Marinha (CP-CAP) em 2014. As inscrições continuam abertas até 08 de outubro de 2014 e todas as informações estão disponíveis nos endereços eletrônicos  www.ensino.mar.mil.br e www.densm.mar.mil.br
As 738 vagas estão distribuídas entre as especialidades ligadas às áreas de Administração, Administração Hospitalar, Contabilidade, Desenho Mecânico, Edificações, Eletrônica, Eletrotécnica, Enfermagem, Estatística, Estruturas Navais, Geodésia e Cartografia, Gráfica, Higiene Dental, Marcenaria, Mecânica, Metalurgia, Meteorologia, Nutrição e Dietética, Patologia Clínica, Processamento de Dados, Prótese Dentária, Química, Radiologia Médica, Secretariado e Telecomunicações.

As provas e outros eventos relacionados ao concurso serão realizados nas cidades do Rio de Janeiro, Vila Velha (ES), Salvador (BA), Natal (RN), Olinda (PE), Fortaleza (CE), Belém (PA), São Luis  (MA), Rio Grande (RS), Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), Ladário (MS), Brasília (DF), São Paulo (SP), Manaus (AM) e Santos (SP).

O Edital completo e seus anexos estão à disposição dos candidatos nos endereços www.densm.mar.mil.br ou www.ensino.mar.mil.br ou nos locais de inscrição listados no edital.
O extrato do foi publicado no Diário Oficial da União de 03 de setembro de 2014, seção 3, a partir da página 23.

Gráfica lacrada fazia panfletos irregulares em Campos

Em operação realizada nesta quinta-feira (18), a fiscalização da 75ª ZE de Campos de Goytacazes apreendeu 800 mil panfletos de um candidato do PR na gráfica PH Gomes Editora Ltda, que foi lacrada. Não havia registro de ordem de serviço, tiragem ou emissão correta de notas fiscais em relação à propaganda. Há uma semana, a fiscalização já havia flagrado propaganda irregular no local, instalado no mesmo prédio da gráfica do jornal O Diário. As duas empresas possuem ainda um único proprietário.

Foram encontrados indícios de que a gráfica fornecia grande volume do material de campanha do candidato do PR e seus aliados da coligação. Somente em uma semana, dois milhões de panfletos teriam sido produzidos e distribuídos em Campos e outros municípios, mas a empresa não aparece como fornecedora na prestação de contas parcial do candidato. O mandado de busca e apreensão foi expedido pelo juiz Geraldo da Silva Batista Junior, responsável pela fiscalização em Campos. O candidato poderá responder por abuso de poder econômico.

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Norte Fluminense: vereadora, ex-prefeito e vice ficam inelegíveis



O juiz da 130ª ZE de São Francisco de Itabapoana (Norte Fluminense), Luiz Alfredo Carvalho Junior, tornou inelegível por oito anos, nesta terça-feira (16), a vereadora Patrícia Miranda Cherene (PTB), por compra de votos e abuso de poder político. A sentença prevê a posse imediata do suplente. Também perderam o cargo o candidato derrotado à reeleição a prefeito, Francisco Lemos (PR), e sua vice, Sandra Regina Henriques (PSDC). Em 2012, eles utilizaram servidores municipais em horário integral na campanha, prometendo vantagens se ambos fossem eleitos. Os três foram ainda multados em 15 mil UFIRs, cada um - cerca de R$ 38 mil.

Todos podem recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. A vereadora só ficará no cargo se obtiver liminar (decisão temporária) suspendendo os efeitos da sentença enquanto o recurso não for julgado pelo tribunal. Segundo município mais pobre do estado, São Francisco do Itabapoana elegeu para a prefeitura, em 2012, o primo da vereadora, Pedrinho Cherene (PSC).